A Arte é o que faz a vida mais interessante do que a Arte
Vista da exposição CIAJG; MUMTAZZ, Casaco germinado
 Inicio | Anterior | Pag.24/73  | Próxima | Última
A Arte é o que faz a vida ser mais interessante do que a Arte
Conversa guiada na exposição MUMTAZZ e Nuno Faria
Terça 05 dezembro 2017, 18h00

Mumtazz, uma das mais singulares artistas do panorama nacional, tem vindo a construir um percurso radicalmente heteróclito, profusamente poético e misteriosamente xamânico que, apesar de relativa discrição de como se tem vindo a apresentar no panorama artístico português, exerce uma intensa e subterrânea influência sobre um considerável espectro de artistas. Estreitamente ligado à prática da contracultura, implicado política e ecologicamente, retomando estratégias e modos do psicodelismo, o trabalho artístico de Mumtazz articula influências e elementos de diferentes culturas, diferentes tempos históricos e as mais diversas linguagens – a poesia, o som, o bordado, a fotografia, a instalação, o efémero, o geométrico e o orgânico.
A exposição antológica de Mumtazz faz-nos descobrir uma artista cujo trabalho, na sua luminosa expansão poética, não tem fronteiras, limites ou interditos e estabelece a liberdade e a alegria de criar como fundamentos da existência humana. Nascida em Lisboa, em 1970, a artista fez o curso avançado de desenho no Ar.Co e o mestrado na School of the Art Institute of Chicago, como bolseira da Fundação Calouste Gulbenkian.

Todas as idades
Entrada livre