Bi 璧
Bi 璧, 29,3 cm
 Inicio | Anterior | Pag.11/50  | Próxima | Última
Bi 璧
Cultura Liangzhu (3200 - 2200 a. C.)
Jade
29,3 cm

Os discos de jade de tipo bi (璧) são dos mais intrigantes e singulares objetos de jade do Neolítico, produzidos profusamente pela cultura Liangzhu e muito apreciados e reproduzidos posteriormente ao longo das dinastias Shang, Zhou e Han. Durante o Neolítico, estes objetos em forma de disco e com uma perfuração circular ao centro, eram dispostos nos túmulos de acordo com os diferentes tamanhos. Os discos maiores eram colocados na zona da cabeça (junto à nuca e sobre o rosto), debaixo do corpo, sobre o peito e o estômago e junto às articulações dos joelhos, enquanto que os discos mais pequenos eram dispostos em volta do corpo. Desconhece-se o significado e função que estes objetos comportavam durante o Neolítico, sabendo-se apenas que desempenhavam um papel importante nos rituais sagrados e nas práticas funerárias. Normalmente, os discos bi do Neolítico não apresentam qualquer tipo de ornamentação na superfície para além do distinto motivo da máscara ou cara de animal caraterístico dos objetos de jade da cultura Liangzhu. A representação deste motivo, com olhos protuberantes em relevo, desenhados por um conjunto de círculos concêntricos ou de forma oval, demonstra semelhanças com o Zhulong (豬龍). Outro motivo ornamental encontrado nos discos bi da cultura Liangzhu é a representação de homem, com diadema de penas, montado num animal.
Bi 璧, 19,2 cm
Cultura Liangzhu (3200 - 2200 a. C.) Jade 19,2 cm
Bi 璧, 19 × 23.8 cm
Cultura Liangzhu (3200 - 2200 a. C.) Jade 19 × 23,8 cm