Garrafa-assobio
Garrafa-assobio
 Inicio | Anterior | Pag.5/14  | Próxima | Última
Garrafa-assobio
Estilo Vicus (Peru)
200 a.C. – 500 d.C.
Terracota
13 x 8,5 x 26,5 cm

A cultura Vicus desenvolveu um estilo cerâmico caraterístico, de que esta garrafa-assobio é um belo exemplo. A personagem representada tem traços faciais caraterísticos (grande nariz, olhos de grão de café, boca incisa) e o corpo estendido para trás, com a asa-ponte correndo ao longo das costas. Exibe decoração com pintura branca, que encontramos também noutros exemplares deste estilo. Os especialistas reconheceram uma evolução estilística dentro da produção cerâmica desta cultura, distinguindo entre os Períodos Inicial, Médio e Tardio, particularmente em função dos seus motivos decorativos. Também assinalaram a existência de quatro tipos de personagens antropomorfos, que configuram muitas das vasilhas, dependendo da forma de certos traços faciais. Tudo isto aponta para uma sociedade desenvolvida, cuja produção cerâmica estava organizada e era levada a cabo por diversas oficinas de olaria. Os povos Vicus habitaram os vales da costa do extremo norte peruano, no que é atualmente a região de Piura. Durante as épocas mais tardias do seu desenvolvimento tiveram contacto com grupos Gallinazo e Moche, recebendo influências de ambos, que se tornaram patentes na cerâmica e na metalurgia. A interação dos diferentes povos costeiros entre si e com os seus vizinhos serranos foi uma constante ao longo do passado andino e desempenhou um papel fundamental nas dinâmicas culturais que deram forma à pré-história desta região.