Festivais Gil Vicente
Festas da Cidade e Gualterianas
Festivais Gil Vicente
Festas da Cidade e Gualterianas
Festivais Gil Vicente
Festas da Cidade e Gualterianas
A Oficina
Centro Cultural Vila Flor
Centro Internacional das Artes José de Guimarães
Casa da Memória de Guimarães
Centro de Criação de Candoso
Teatro Oficina
Educação e Mediação Cultural
Centro Internacional das Artes José de Guimarães
A Oficina
Centro Cultural Vila Flor
Casa da Memória de Guimarães
Centro de Criação de Candoso
Teatro Oficina
Educação e Mediação Cultural
Loja Oficina

EM EXPOSIÇÃO • SALAS 1 A 8

Heteróclitos: 1128 objetos

2022.10.08 01 Ciclo Heteróclitos Heteróclitos: 1128 objetos

O acervo do CIAJG é composto por 1128 objetos colecionados pelo artista José de Guimarães e por obras da sua autoria. Heteróclitos é um ensaio expositivo que mostra a totalidade deste acervo, dando corpo a um debate entre linguagem, sujeitos e política. A crise dos objetos, que choca constantemente com o nosso quotidiano, é aqui encenada com uma coleção que, sob um mesmo gesto aglutinador, reúne materiais ditos «extra-europeus» e arte contemporânea, peças artísticas e religiosas, materiais provenientes de várias geografias e culturas.

O capitalismo, o colonialismo, o mercado da arte e a globalização são processos históricos que determinam os museus do presente, necessariamente híbridos e impuros, levando as instituições a pensar novas relações e estruturas de sensibilidade. Diz-se heteróclito do que é excêntrico, irregular, fora do comum, ou seja, diz-se heteróclito de um acervo construído a partir de um gosto estético relacionado com o que é «exótico» e «primitivo». Heteróclito é uma palavra de ordem para imaginar o futuro.

A exposição ocupa a totalidade do primeiro piso e a sua montagem foi deliberadamente experimental, procurando a fluidez entre as «reservas» e as salas de exposição, sublinhando o «trânsito» e o «tempo» de objetos tão distintos como os que compõem o acervo reunido por José de Guimarães. No interior do seu próprio espaço expositivo, Heteróclitos: 1128 objetos pensa artisticamente as relações entre objetos, pessoas, ideias e estruturas, enfatiza o «desacordo» ou o «dissenso» entre as coisas, a luta de identidades em que os elementos se canibalizam.

A curadoria da exposição é de Marta Mestre, diretora artística do CIAJG. A arquitetura dos vários núcleos, da autoria de André Tavares e Ivo Poças Martins, combina o paradoxo de expor a totalidade dos 1128 objetos da coleção com uma seleção de trabalhos de artistas disseminados ao longo do percurso expositivo e uma exposição individual da artista hispano-brasileira Sara Ramo.

Ir para outras exposições do ciclo ➞

TODAS AS IDADES

2022.10.08 01 Ciclo Heteróclitos Heteróclitos: 1128 objetos

TODAS AS IDADES

Voltar

Website desenvolvido por BondHabits